Marketing e Vendas

8 tendências de Marketing Digital para ficar atento

Escrito por SBCG

A internet é um ambiente fantástico. São muitas as estratégias de marketing digital disponíveis, o que faz com que esse seja o cenário perfeito para qualquer tipo de negócio.

Porém, dada a velocidade com que surgem as novas tecnologias, é necessário estar atento para não perder as oportunidades disponíveis na web. Neste artigo, você conhecerá as 8 principais tendências de marketing digital que estão em alta e poderá, inclusive, utilizá-las em suas estratégias.

O crescimento do marketing digital

Antigamente, os investimentos em publicidade e divulgação eram feitos na esfera real. Banners, outdoors, flyers, eventos, entre outros recursos eram utilizados regularmente pelas empresas para o alcance de seus objetivos.

Porém, com o advento da internet, cada dia mais presente no cotidiano do consumidor, a situação mudou; e com ela, seus hábitos e costumes. Hoje em dia, grande parte da população mundial despende bastante tempo online, por meio de computadores, tablets, smartphones e outros dispositivos, o que seria impensável há apenas uma década.

As pessoas checam diariamente seus e-mails, acessam suas redes sociais, fazem login em aplicativos e consomem conteúdo na internet. Com isso, as ferramentas de marketing também se adaptaram, e surgiram — aliás, continuam surgindo! — diversas técnicas voltadas à captação de clientes online.

As principais tendências de marketing digital

1. Marketing de Conteúdo

É fácil entender os motivos pelos quais a criação de conteúdo tende a ser uma forte estratégia nos próximos anos. Os usuários de internet são sedentos por informações e recorrem à internet sempre que precisam resolver algum problema.

Observando nisso uma oportunidade, as empresas começaram a investir em conteúdo, buscando atrair cada vez mais consumidores para seus negócios. É uma maneira simples de prestar um serviço aos internautas, e que traz diversos benefícios agregados, como:

  • Aproximar o público-alvo da marca;
  • Construir um relacionamento com ele;
  • Convertê-lo em seguidores e compradores leais.

Os formatos de divulgação são inúmeros, nos mais diversificados canais. O marketing de conteúdo pode ser praticado por meio de:

  • Artigos;
  • Vídeos;
  • Infográficos;
  • E-books;
  • Imagens;
  • Webinars;
  • Palestras;
  • Podcasts;
  • Apresentações de slides;
  • Newsletters;
  • Posts em redes sociais;
  • Whitepapers.

2. Inbound Marketing

Essa estratégia, também conhecida como marketing de entrada, tem como principal característica seguir o sentido oposto da mídia paga. Nela, é o consumidor quem vai até a marca, e não o contrário — como ocorre, por exemplo, com os links patrocinados.

Ela é embasada no conceito de funil de vendas, que segue os seguintes passos:

  • Primeiro: cria-se conteúdo genérico — geralmente em formato de textos — que é divulgado nas redes sociais, se utilizando de técnicas de SEO (Otimização para Mecanismos de Buscas), com o objetivo de atrair o máximo de consumidores possível;
  • Segundo: nos artigos, é utilizada uma CTA (call to action ou chamada para a ação) para gerar um retorno esperado por parte do usuário, como a inscrição em uma newsletter. Observe que essa técnica funciona como uma espécie de filtro, e somente usuários interessados no produto ou serviço disponibilizarão seus e-mails para contato;
  • Terceiro: a partir do momento em que o consumidor solicita receber informações, ele receberá conteúdo específico, visando ajudá-lo a solucionar seus problemas;
  • Quarto: quando as plataformas de e-mail marketing detectam altos índices de engajamento por parte de um usuário — ou seja, quando ele é identificado como um lead qualificado — a oferta é feita. Esse usuário estará muito mais predisposto a fechar um negócio;
  • Quinto: manter um cliente é muito mais fácil do que conquistar novos. Portanto, há a manutenção da continuidade no processo de envio de material de qualidade seu comprador. Assim, ele se tornará um cliente fidelizado.

3. Videomarketing

Não há dúvidas de que a mídia audiovisual é uma das mais proeminentes estratégias do marketing contemporâneo. Pesquisas comprovam que, após assistir a um vídeo, 64% dos usuários estarão mais inclinados a comprar um produto.

Além disso, devido a aspectos cognitivos do cérebro humano, os vídeos são um tipo de conteúdo mais facilmente consumido. Não é à toa que 1/3 das atividades online se baseia na utilização dessa mídia e as visualizações no YouTube em dispositivos móveis cresce 100% a cada ano.

4. Streaming, lives e interação

Plataformas como Twitch e Periscope têm-se mostrado poderosas ferramentas de marketing digital. O “ao vivo” nunca foi tão forte. Até mesmo o Facebook decidiu investir na tecnologia, e hoje é possível realizar transmissões em tempo real. Um dos fatores que mais contribuem com o crescimento dessa técnica é a possibilidade de interagir com os apresentadores das transmissões.

5. Personalização e segmentação

Com a grande quantidade de métricas e recursos disponíveis no meio digital, é normal que os usuários exijam cada vez mais conteúdo personalizado. Eles querem ser alcançados somente por aquilo que lhes é interessante, e não sofrer um bombardeio de informações desinteressantes e desnecessárias.

Por isso, investir em estratégias cada vez mais segmentadas tende a ser um diferencial de mercado. Várias das estratégias digitais permitem essa ação, como e-mail marketing e os links patrocinados.

6. Redes sociais de nicho

Apesar do enorme sucesso das gigantes Facebook, Twitter, Google +, Instagram, entre outras, há redes sociais específicas que vêm crescendo aos olhos dos usuários. São tantas as oportunidades surgindo a cada instante, que a tendência é que o consumidor se sinta confortável em um ambiente que trate de seus temas de interesse.

Há redes sociais voltadas apenas para livros, como o Skoob e o Goodreads. Outras, são relacionadas a filmes, como o Filmow e o GetGlue. Se quer expandir o seu networking, você pode ter bons resultados no LinkedIn ou Empreendemia.

Existem aquelas que visam interação somente entre pessoas de microrregiões, como bairros ou ruas, e até mesmo uma rede social apenas para milionários. Há também outras, voltadas aos mais diversificados nichos, como arquitetura, matemática, ilustração etc.

7. SAC 2.0

O SAC 2.0, ou seja, o atendimento online, é uma tendência cada vez mais presente na vida do consumidor. As empresas que optam por não disponibilizar esse tipo de serviço certamente estão um passo atrás da concorrência.

Os canais de interação são múltiplos:

  • Mídias sociais;
  • Site oficial;
  • Chats online;
  • Comentários no blog.

É recomendado responder a cada solicitação do usuário, e não apenas esclarecendo dúvidas. Os consumidores gostam de se sentir parte do negócio, então a interação também é um ponto a ser considerado.

8. Mobile first

Com a ascensão dos dispositivos móveis, é praticamente inaceitável que uma empresa não esteja qualificada a atender a demanda nessas tecnologias. Acredite: há muitas marcas que não possuem design responsivo, ou seja, cujos sites não são suportados por outros tamanhos de telas.

Essas são as principais tendências de marketing digital na atualidade, mas mantenha-se atento, pois constantemente surgem novas tecnologias e ferramentas para se fazer marketing online.

Você aplica ou conhece alguma tendência de Marketing Digital que não citamos? Conte para nós: deixe um comentário!

Sobre o autor

SBCG

Com o objetivo de oferecer serviços especializados de Consultoria Empresarial para pequenas e médias empresas surge a SBCG – Smart Business Consulting Group, fruto da união da Innovar Consulting, da Cooke Freitas Consultores Associados e da Heinz Arthur Auditoria e Contabilidade. Juntas somam suas experiencias para ajudá-lo a aumentar suas vendas com rentabilidade, ter uma visão nítida e cristalina do seu negócio e a trabalhar de forma mais eficiente.

Deixar comentário.

Share This